Neurologia ou Psiquiatria

Neurologia ou Psiquiatria

Pergunta: Matheus Baronni ( Universidade Federal do Maranhão )

Obrigado pela atenção! Estou em dúvida entre neurologia e psiquiatria. Realmente estou perdido e não sei qual escolher. Sempre gostei da relação médico/paciente e da dependência do paciente o que vou encontrar nas duas especialidades. Porém, me incomoda muuuuito o fato de depender de outras especialidades para o tratamento.

Por exemplo na neuro nem tudo poderei resolver e precisarei encaminhar meus pacientes para um neurocirurgião por exemplo. Já na psiquiatria terei autonomia e não precisarei de outras especialidades para o meu trabalho, ponto para psiquiatria. A psicanalise é algo que tenho muito interesse e provavelmente irei fazer independente de qual das duas especialidades escolher. Outro ponto é a questão de exames. Salvo alguns raros casos, como uma dosagem de vit B12 numa depressão refrataria, uma função da tireoides para os que fazem uso crônico de lito, etc, ou seja, na psiquiatria trabalhamos com poucos exames. Já na neurologia trabalhamos com vários exames para o diagnóstico, tratamento e acompanhamento do paciente, ponto para neurologia. Algo muito importante é a oportunidade de empreendimento que é algo que tenho muito interesse e afinidade. Na neurologia, ao menos na minha visão, terei boas oportunidades de empreendimentos com uma clínica neurologia, de reabilitação neurológica, etc. Não consigo ver muitas formas de empreender na psiquiatria ou não tantas como na neurologia. Gosto dos pacientes e da semiologia das duas especialidades. Devido a esse meu perfil e dúvidas que lhe apresentei qual seria mais indicada? Qual mercado está mais saturado? Qual tem melhores perspectivas para o futuro? Qual é a mais fácil de ser inserida no mercado? Qual proporciona um retorno financeiro mais rápido? Qual tem ganhos melhores? Qual tem mais oportunidades de trabalho? Num outro tópico vi você fazendo uma simulação de ganhos para um oftalmologista e psiquiatra. Você poderia fazer uma simulação parecida para um neurologista?

 

Resposta :

Pela afirmativas que vc mesmo faz na sua pergunta, dá para ver que está mais inclinado pela psiquiatria, mas alguns pontos podem ser discutidos.

Na neurologia vc não vai encaminhar tantos pacientes assim como imagina; a maioria da sua clientela será acompanhada sem necessidade de neurocirurgia.

Na psiquiatria, alguns de seus pacientes também precisarão ser encaminhados para médicos clínicos.

Nas duas especialidades vc poderá ser um empreendedor. Na neuro  criando uma clínica de neurologia com todos os exames complementares, ou criando, por exemplo, um centro de convivência para idosos.

Na psiquiatria vc pode empreender com a criação de uma grande clinica de bem estar global ( saúde física e mental ) com profissionais de várias especialidades, ou pode criar uma clínica de desintoxicação de pacientes usuários de drogas.

O mercado é carente de neurologistas e com o envelhecimento da população a tendência é de aumento grande da clientela.

Na psiquiatria, na maioria, os pacientes serão particulares, o que gera uma maior remuneração.

Nenhum dos dois mercados está saturado e os dois apresentam tendência de alta.

O retorno financeiro é um pouco mais rápido na neurologia dependendo da facilidade que vc tenha, na sua cidade, de conseguir os convênios e dependendo dos exames que colocar na clínica para agregar valor ao preço das consultas, que é baixo, tratando-se de convênios.

A longo prazo, a remuneração do psiquiatra tende a ser maior do que a do neurologista, em função da maior clientela de pacientes particulares.

A Psiquiatria é uma especialidade que depende muito pouco de convênios médicos, o que facilita uma boa remuneração . No entanto a clientela não aumenta tão rapidamente porque ainda existe muito preconceito em relação à especialidade.

Apesar de ser uma especialidade de acesso direto com a residência médica durando 3 anos, é sempre importante a formação analítica que leva mais 5 anos.

Uma das áreas interessantes para o psiquiatra, do ponto de vista mercado de trabalho , é o segmento que lida com usuários de drogas, problema nacional que está sendo muito debatido atualmente pelos órgãos governamentais.

A Psiquiatria Forense também permite boa remuneração aos especialistas.

Para driblar o preconceito, uma das estratégias de divulgação do psiquiatra pode ser a de promover palestras comunitárias com o titulo de “Saúde Global “, abordando aspectos físicos e mentais.

Um outro tema para essas palestras pode ser “ Depressão : Uma doença da modernidade “

A depressão  é uma das doenças de maior prevalência no mundo todo e agora tem sido diagnosticada com freqüência, o que facilita um aumento  da clientela para o psiquiatra.

A Psiquiatria é uma especialidade que permite boa qualidade de vida para o profissional, mas está na lista das especialidades tristes, pelo tipo de paciente que atende.

Na neurologia o mercado é carente de profissionais. O envelhecimento da população é um fator facilitador no aumento da clientela. Os pacientes criam grande dependência com seu neurologista o que gera fidelidade da clientela. A qualidade de vida do profissional é razoável , mas é uma especialidade um pouco triste. Os ganhos financeiros podem ser bons se vc somente atender pacientes particulares. Se for trabalhar com convênios, vale a pena se especializar em alguns exames complementares como polissonografia, EEG, potencial evocado…

Um Mercado promisssor para o neurologista e que tende a se expandir rapidamente é o de casas de repouso ou centros de convivência para idosos.

Outra possível área de atuação e ainda pouco explorada é o tratamento da dor, área essa que também pode ser explorada pelos ortopedistas e pelos anestesistas.

A remuneração do neuro pode variar muito de acordo com o tipo de atividade que ele exerça. Por exemplo, se ele tiver um consultório próprio, onde ele trabalhe 4 tardes por semana e atenda a somente 5 pacientes particulares por tarde, mesmo não realizando nenhum exame complementar no consultório, e cobrando uma consulta a R$ 400,00, no final do mês terá um ganho de R$ 34.000,00. Fora isso, ele geralmente terá um emprego em um hospital, onde ganhará mais R$ 6.000,00 a 10.000,00 mensais e ainda poderá ter alguma consultas em residência, onde ele cobrará cerca de R$ 700,00 por cada consulta.

Sucesso

Mário Novais

Fabricio Gawryszewski

Você deve estar logado para postar um comentário