Celulite! E agora??? – Widoctor

Celulite! E agora???

Celulite! E agora???

 

 O que é? Como se forma?

     É o acúmulo subcutâneo de gordura, mais precisamente entre os cordões conjuntivos fibrosos, que puxam a pele, formando os indesejados furos característicos da celulite.

    As áreas mais acometidas são nádegas, coxas e quadris, atingindo um percentual bem maior de mulheres se comparado ao percentual masculino.

 

     Fatores que influenciam:

  • Genética,
  • Ganho de peso,
  • Idade.

 

     Escala para avaliação (Cellulite Severity Scale), segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia, que utiliza como padrão as caracteríscas:

A) número e profundidade de depressões;

B) aspecto das áreas elevadas da celulite;

C) Presença de lesões elevadas;

D) Presença de flacidez;

E) graus da antiga classificação.

 


 
 

     De acordo com a escala, cada um dos itens acima recebe uma pontuação de zero a três; e a soma total dos pontos, que pode chegar até 15:

→leve (1 a 5 pontos),

→moderada (6 a 10 pontos),

→ou grave (11 ou mais pontos).

    

     A escala desenvolve um importante papel no direcionamento do tratamento.

 

   

       Tratamento

 

     O tratamento está  ligado à causa da celulite, sendo essencial um equilíbrio, proporcionado por exercícios físicos e alimentação adequada.

 

  • Subcisão:  técnica cirúrgica empregada para descolamento de traves de fibrose da celulite e ajuda nas depressões fixas e mais profundas.
  • Intradermoterapia:  técnica que consiste em aplicar substâncias vasodilatadoras e enzimas em gotas nas regiões afetadas, para melhorar a função circulatória sanguínea e linfática.
  • Ultrassom: as ondas de ultrassom tem ação anti-inflamatória e podem romper a parede das células gordurosas.
  • Drenagem linfática manual: é uma técnica manual que restabelece a circulação da linfa e produz uma eliminação eficaz dos dejetos líquidos e toxinas.
  • Endermologia: este procedimento envolve o uso de um aparelho motorizado com dois rolos ajustáveis e uma sucção controlada. Como resultado desta ação, a circulação do sangue é aumentada e isso melhora a circulação e ao mesmo tempo ajuda na eliminação de toxinas e líquidos.

 

     Profilaxia

 

  • Dieta equilibrada,
  • Evitar ingestão de bebida alcoólica,
  • Evitar ingestão de refrigerantes,
  • Prática de exercícios físicos,
  • Ingerir muita água.

 

 Celso Neto

 

Bibliografia

  1. Academia Española de Dermatología y Venerealogía  – AEDV
  2. Sociedade Brasileira de Dermatologia – SBD
  3. American Academy of Dermatology – AAD

 

Celso Alves Neto

Você deve estar logado para postar um comentário