Alimentos podem ajudar na saúde mental

Alimentos podem ajudar na saúde mental

Alimentos podem ajudar na saúde mental

A ingestão de alimentos corretos pode melhorar a saúde mental, afirma um estudo realizado na Grã-Bretanha.

A pesquisa contou com a participação de 200 pessoas e mostrou que, em 88% dos casos, uma mudança na dieta ameniza sintomas de doenças mentais.

Vinte e seis por cento apresentaram mudanças significativas na alteração de humor; 26% nos ataques de pânico e ansiedade e 24% em depressão.

Os pesquisadores do Projeto de Alimentos e Humor – de uma organização britânica chamada Mind (Mente) – classificam os alimentos como “promotores do estresse” e “promotores do humor” que, respectivamente, levariam a uma piora e a uma melhora do sistema de funcionamento da mente.

Sensações

Apesar de provocarem uma boa sensação assim que são ingeridos, açúcar (num índice de 80%), cafeína (79%), álcool (55%) e chocolate (53%) são os principais promotores do estresse.

Os promotores do humor incluem água (80%), verduras (78%), frutas (72%) e peixes oleosos (52%).

Comer com regularidade e fazer um café da manhã reforçado também são formas de fortalecer a saúde mental.

Pelo menos um terço das pessoas avaliadas descreveram que melhorias em seu humor estavam associadas à ingestão de certos tipos de alimentos.

“Quando se descobre o tipo de alimento que desencadeia o processo, ele todo fica mais fácil”, disse um dos entrevistados.

Amanda Geary, uma das que reuniram as opiniões dos pesquisados, disse que as mudanças no estilo de vida – para que as pessoas se alimentem melhor para ter melhor humor – são simples.

Richard Brook, executivo-chefe da Mind, afirma que mais pesquisas científicas sobre o tema serão bem-vindas.

“Cada pessoa deve consultar médicos e observar que tipo de alimento lhe convém”, acredita.

Wendy Doyle, da Associação Britânica de Nutrição, ressalta a importância de verduras e peixes oleosos, como o salmão, fazerem parte da dieta.

“Eles têm bons nutrientes e ajudam o organismo a ter um bom fluido de líquidos, para não desidratar”, explica a cientista.

A prática de exercícios físicos também auxilia o processo.

 

TEXTO RETIRADO DO SITE: https://www.bbc.com/portuguese/ciencia/020918_comidamtc.shtml

Walter Gonçalves

Os comentários estão fechados.