Medicina Desportiva e Médicos de Clubes de Futebol – Widoctor

Medicina Desportiva e Médicos de Clubes de Futebol

Medicina Desportiva e Médicos de Clubes de Futebol

Pergunta : Alexsander (Universidade Federal de Minas Gerais)
Olá, boa noite! Estou no último ano da faculdade e em dúvida quanto a escolha da minha residência médica. Me interesso bastante por Medicina do Esporte e Ortopedia, e principalmente em trabalhar em algum clube de futebol; Como vai o mercado para quem pretende atuar nesta área? É muito difícil para entrar em algum clube? A remuneração é compensável? obrigado.

Resposta :

É comum ao chegar próximo do final do curso médico, o estudante ficar em dúvida na escolha da especialidade pelo fato de se sentir atraído por mais de uma especialidade.

Isso é bem justificável se considerarmos que são 54 especialidades oficiais de acordo com o Conselho Federal de medicina, sendo comum se gostar de mais de uma delas.

De qq modo, a escolha deve ser o mais racional possível pois serão muitos anos de atividade laboral e o médico deve se sentir feliz e confortável com o seu dia a dia.

Na escolha da especialidade, devemos levar em consideração basicamente 3 aspectos :

  1. Que qualidade de vida essa especialidade me permite ?
  2. Quais são as possibilidades de ser bem remunerado ?
  3. Que tipo de paciente vou atender ?

A terceira pergunta deve ser fundamental na sua escolha, já que vai lidar com esse tipo de paciente por muitos anos, sendo importante que esse contato seja confortável para você.
Numa fase inicial, a escolha precisa apenas recair em :

  1. Uma especialidade cirúrgica – aí vai ter que passar primeiro na cirurgia geral.
  2. Uma especialidade clínica – aí vai precisar, primeiramente, passar pela residência de clínica médica.
  3. Uma especialidade de acesso direto- aí precisa conhecer bem essas possibilidades, ou seja quais são as características de : otorrino, oftalmo, ortopedia, radiologia, dermatologia, pediatria, neurocirurgia…

Especificamente no seu caso : Muitas vezes ser médico e ser apaixonado pelo futebol pode levar a uma ideia de se tornar médico de clube de futebol, porém a longo prazo em termos de qualidade de vida, não é assim tão bom; muitas viagens, mal remuneração (exceções para médicos de grandes clubes e de seleções ). Além disso é um mercado de difícil inserção.

Já a ortopedia é uma excelente especialidade e complementada por uma pós graduação na área de medicina desportiva, pode ser ótima escolha, porém se focar em esportes em geral e não apenas no futebol.

Sucesso

Mário Novais

widoctor

Os comentários estão fechados.